Skip to content

Saída de Fátima Bernardes do ‘JN’ gera repercussão internacional

4 de dezembro de 2011

A revista norte-americana ‘Forbes’ afirmou que Fátima Bernardes é a jornalista mais amada pelos brasileiros e citou os planos da Globo em torná-la sua estrela principal

Fátima Bernardes

Em um artigo publicado em seu site, a revista norte-americana Forbes insinua que a “próxima Oprah” pode ser brasileira, referindo-se à famosa apresentadora norte-americana Oprah Winfrey (57). Ao lado do texto, há uma foto de Fátima Bernardes (49) que, essa semana, anunciou que deixaria a bancada do Jornal Nacional, após 14 anos de trabalho bem-sucedido, para comandar um programa matinal na Rede Globo.

O artigo, escrito pelo jornalista Anderson Antunes, começa falando do bom momento financeiro do Brasil, apesar da crise mundial, e cita que, apesar disso, a notícia da semana por aqui foi o anúncio da saída de Fátima, que, segundo ele, deve apresentar um talk-show.

“Imediatamente depois do anúncio, Bernardes virou um trending topic no Twitter (…). Apesar de pouco se saber sobre seu novo programa, que deve estrear em abril na Globo, sabe-se que ela vai continuar usando seus talentos jornalísticos, mas de forma mais popular e com cara de showbiz”, escreveu.

O jornalista afirma, ainda, que Fátima tem um grande trunfo a seu favor: é considerada a “jornalista mais amada pelos brasileiros”. “Ela não é somente uma profissional respeitada, mas, também, uma celebridade. Suas constantes mudanças de corte de cabelo é assunto quente entre os telespectadores do JN, a ponto de Bernardes já ter declarado que seu cabelo é um bem de ‘herança nacional’.”

De acordo com o artigo, Fátima tem a popularidade e a admiração necessárias para se tornar a “nova rainha das manhãs”, e a Globo, que está focada em sua internacionalização, tem interesse em transformá-la em sua nova estrela principal.

Os comentários estão desativados.