Skip to content

De bom humor, Felipão faz piadas sobre jogo contra o Flu

22 de novembro de 2010

  . Foto: Agência Lance

Concentrado na reta decisiva da Copa Sul-americana e na chance de buscar a vaga na Libertadores, o Palmeiras já é obrigado a administrar a pressão do compromisso do final de semana pelo Brasileiro contra o Fluminense. No domingo, o resultado do time alviverde pode prejudicar o rival Corinthians e, dependendo de uma combinação, dar o título antecipado aos cariocas.

“Não sei se tem jogo domingo. Tem? Quando chegar domingo eu respondo”, disse o técnico Luiz Felipe Scolari, minimizando a importância da partida. “A melhor tática é evitar o assunto”, completou.

Em seguida, Felipão mostrou que a entrevista desta segunda-feira tinha o objetivo de abafar as polêmicas referentes ao Brasileiro. Com bom humor, ele foi claro que não pretende mudar o planejamento apesar da disputa do título nacional entre Fluminense e Corinthians. A ideia do Palmeiras é entrar em campo no domingo com a força reduzida, como fez nas três rodadas anteriores.

“Os titulares do Campeonato Brasileiro são os atletas que jogaram as últimas partidas. A escalação está definida, os titulares jogam. Os reservas atuam na Sul-americana”, ironizou o técnico, tirando gargalhas dos jornalistas presentes na sala de imprensa da Academia de Futebol.

Antes de enfrentar o Palmeiras, o Fluminense mediu forças com o São Paulo e venceu com facilidade na Arena Barueri. Para Felipão, o time do Morumbi não pode ser questionado pela postura em campo apesar do prejuízo do placar para o Corinthians.

“Não é normal o primeiro colocado ganhar do décimo? (na verdade, o São Paulo está em nono). Não importa se foi por um, dois ou três gols de diferença. O São Paulo, como o próprio Palmeiras, não teve uma boa campanha no Campeonato Brasileiro e enfrentou o melhor time”, comparou Scolari até para tirar uma possível pressão de sua equipe em caso de revés no domingo.

Felipão gostaria apenas de escapar do constrangimento de ver os palmeirenses torcendo pelo Fluminense, postura adotada pelos são-paulinos na derrota por 4 a 1. “O que espero é que nossa torcida possa torcer pelo Palmeiras, então vamos entrar em campo para agradá-los. Se não jogarmos bem, será normal recebermos vaias”, projetou.

Por fim, Scolari também comentou sem polemizar as declarações do técnico Tite, do Corinthians, que diz confiar na seriedade do Palmeiras contra o Fluminense. “Acho que o Tite está certo em falar isso, ele também foi sério outras vezes”, encerrou.

Anúncios

Comentários encerrados.